Tecnologia e Gestão da Produção na Construção Civil

A área de Tecnologia e Gestão da Produção na Construção Civil (TGP) contribui para a resolução dos problemas que envolvem a produção de infraestrutura e de edifícios, particularmente os habitacionais, e para o aumento da competitividade do setor.

Seu trabalho foca o desenvolvimento e o repasse de tecnologias e ferramentas de gestão adequadas aos agentes do setor, considerando as dimensões comportamental, econômica, ambiental, da qualidade, da segurança no trabalho e da responsabilidade social.

Sintonizada com as ações internacionais de ponta, mas considerando as características e a realidade do setor no país, procura atingir seus objetivos integrando os aspectos multidisciplinares que envolvem processos de produção tais como:

• melhoria no funcionamento da cadeia produtiva;
• incremento da inovação e da sustentabilidade de produtos e processos;
• aumento da qualidade e do desempenho das construções;
• aumento da eficiência da gestão da produção;
• aumento da eficiência da gestão e da coordenação do processo de projeto;
• aumento da eficiência da gestão em canteiros de obras;
• redução dos impactos negativos da produção em canteiros de obras;
• aumento das competências das empresas ligadas à produção e de seus profissionais;
• desenvolvimento tecnológico de processos construtivos.

  • Competitividade, qualidade e modernização produtiva

    Visa, primeiramente, ao estudo e ao aprimoramento de conceitos, metodologias e ferramentas associadas a projetos de modernização da cadeia produtiva, cobrindo aspectos como competitividade setorial, formas de concorrência, articulações entre agentes e programas setoriais de qualidade, incluindo o desenvolvimento de indicadores para subsidiar as tomadas de decisões. Mais recentemente, passou a voltar-se também para aspectos como consolidação e disseminação do conhecimento tecnológico relacionado ao processo de produção e capacitação e certificação profissional. Além disso, atua fortemente em projetos relacionados aos sistemas de gestão e metodologias de avaliação e de certificação, cobrindo as dimensões qualidade, segurança, meio ambiente e responsabilidade social, visando ao aprimoramento dos sistemas de gestão e à sua aplicação em empreendimentos, empresas e processos. Visa ainda ao desenvolvimento, ao aprimoramento, à integração e à análise de impactos de metodologias de avaliação e de certificação de empreendimentos que considerem a questão da sustentabilidade. Atua também em projetos de inovação tecnológica, visando estudar metodologias e ferramentas voltadas à implantação das novas tecnologias no sistema de produção das empresas construtoras.

  • Gestão da produção

    Trabalha com quatro temáticas, relacionadas a seguir:

    • Gestão com base em indicadores: concentra-se na formulação e na utilização de indicadores para subsidiar as tomadas de decisão nas diferentes etapas do processo de produção, bem como na concepção e no uso e manutenção das obras de construção civil;

    • Organização e gestão de empresas e de processos envolvidos na produção: preocupa-se com aspectos como a logística e os sistemas de informação e as atividades sob a responsabilidade de fornecedores;

    • Planejamento da produção: enfoca o desenvolvimento e a implantação de metodologias e ferramentas de planejamento da produção, tratando da programação e do cálculo de preço dos serviços e da racionalização das ações que permeiam a produção, desde a concepção do canteiro de obras até a finalização do edifício;

    • Canteiro de obras sustentável: desenvolve metodologias e ferramentas para a redução de perdas, incluindo as oriundas da etapa de projeto, e a identificação e a mitigação dos impactos no ambiente decorrentes do processo de produção em obra.

  • Gestão de projetos

    Desenvolve inovações metodológicas de planejamento, organização, direção e controle do processo de projeto, o que envolve a formulação de estratégias para gestão, desenvolvimento e coordenação de projetos, avaliação e retroalimentação, além de atividades ligadas à gestão das equipes de projeto, como contratação de projetos, definição de escopo, etapas e sistemas de informação para projeto e gestão das interfaces com os clientes.

  • Inovação e racionalização na produção de edifícios

    Trabalha com projetos em três temáticas principais, listadas a seguir.

    • Racionalização de processos construtivos: objetiva a evolução tecnológica dos processos construtivos usualmente empregados na produção de edifícios, incorporando princípios e ferramentas de gestão por meio da proposição de meios de racionalização da produção de estruturas, vedação vertical e horizontal e revestimento;

    • Inovações tecnológicas: desenvolve tecnologias construtivas no processo de construção de edifícios, com foco na produção dos subsistemas anteriormente destacados;

    • Processos construtivos em alvenaria estrutural: objetiva a evolução tecnológica por meio da avaliação e do desenvolvimento de componentes, técnicas, métodos e processos construtivos.